1ª Edição do curso Pedagogia Florença de 3 a 6 anos acontece em Minas

1ª Edição do curso Pedagogia Florença de 3 a 6 anos acontece em Minas

A Pedagogia Florença voltou a Minas Gerais para um encontro muito especial. Realizamos dia 23 de maio a 1ª edição do curso Educação Infantil: A Pedagogia Florença de 3 a 6 anos, continuação do programa que aborda a faixa etária de 0 a 3 anos.

Participaram 35 educadoras da Rede Municipal de São Sebastião do Paraíso, que já conheciam a Pedagogia Florença e o trabalho do professor Roger Hansen. A experiência inicial com a Pedagogia Florença rendeu bons frutos na instituição atendida pela educadoras, o que resultou no retorno de Roger e da equipe Aegis para mais conhecimentos sobre a Primeira Infância.

Foi um privilégio encontrar rostos conhecidos, que têm feito um trabalho tão bonito pelas crianças de São Sebastião do Paraíso. Um trabalho que nos inspira profundamente a trazer cada vez mais soluções para a Educação Infantil de nosso país.

Agradecemos a participação e dedicação de todas as educadoras!

Confira os depoimentos e fotos:

“O encontro de hoje foi muito importante para minha formação. Como educadora temos muito a aprender sempre. Hoje foi possível refletir sobre as crianças e os vários aspectos que promovem sua aprendizagem. Na verdade fiquei refletindo sobre a criança que fui, ou melhor, que ainda sou. Pensei na educação de meus filhos e me surpreendi diante das atitudes positivas que tive, sem nenhuma fundamentação. Minha maior preocupação sempre foi em fortalecer os sentidos, o ser. Meus filhos não foram os melhores alunos, aliás não gostavam da escola. Hoje percebo que acertei ao valorizar a afetividade, liberdade de expressão e a criatividade. Meus filhos se tornaram adultos sensíveis, que são capazes de dialogar sobre muitos assuntos, os quais sempre buscavam através “pasme” dos livros! São leitores interessados. Nunca pensei que o primeiro salário de um deles fosse para comprar livros… E não gostavam da escola. Passou um filme na minha cabeça. Eu pensei que havia proporcionado o pior para eles, nunca exigindo quantidade de notas mas explorando o que haviam aprendido e com isso ensiná-los a arte de ouvir. E o que toda mãe quer: que vivam muitos momentos de felicidade intensa. Foi um dia maravilhoso. Uma delícia rever vocês. Obrigada!” – Regina Célia Pereira Menezes.

“Gostei da fala, bem próxima da minha realidade. Apresentações que me ajudarão na minha prática direta e diária. Exemplos ilustrativos e muito bons. Domínio nos questionamentos. Não houve o que eu não gostasse.” –  Francisca Helena Eustáquio Arantes.

“Aprofundar o conhecimento sobre a abordagem de 0 a 3 anos (que já realizei com o Dr.Roger) com a continuidade agora de 3 a 6 anos. Clareando pontos importantes como a postura adequada do educador, dando ênfase a atitudes como a autenticidade, aceitação e empatia. Gostei dos exemplos práticos da atuação do adulto quanto aos limites e regras, principalmente da importância de se colocar no lugar da criança na busca de soluções para os possíveis desafios que surgem em sala de aula. E como um ambiente saudável e harmônico promove o desenvolvimento da criança e o processo de aprendizagem quando as atividades são vistas como brincadeiras. ‘Trabalhar com as crianças com leveza’”. – Michele Cristina da S. Godoi.

“ Gostei muito do curso, achei claro, fácil na compreensão e com ideias boas para trabalhar nas escolas, mesmo que não seja de 0 a 3 anos, podemos perceber e trabalhar mesmo a partir desta fase. No meu caso sou coordenadora do fundamental. Me deu muito embasamento para promover mudanças e perceber nossos acertos e erros.” – Patricia Emiliana da Silva

“Achei o curso fantástico. Roger tem fundamentação teórica em tudo que explana nos deixando bastante seguras. Estou cada vez mais apaixonada pela Pedagogia Florença, os princípios, e é neste tipo de educação que acredito. Tenho certeza que estamos no caminho certo, uma educação mais humanizada para todos.” – Valéria Tubaldini

“É sempre muito enriquecedor participar das formações da Pedagogia Florença com o professor Roger. As reflexões propostas oportunizam auto avaliação, auto análise, de si mesmo enquanto ser humano, pais e educadores. E, portanto, resignificar nossas ações na vida. Obrigada pela oportunidade de parar para pensar, “afirnar” meus instrumentos para seguir caminhando! Um forte abraço!” – Josimari Rocha da Silva Dizaró

“O curso foi muito rico. Tanto nos anima em saber que estamos no caminho mais acertado, como nos trouxe a reflexão de saberes que tornarão o desenvolvimento de nossas crianças ainda mais humanizados e criativos. Enfim, foi excelente.” – Milene

Como psicóloga fico entusiasmada em participar de um curso que lembra aos educadores que há um universo único e particular no interior da criança. Foi muito valido acompanhar as reflexões com relação as crianças em grupo. Todas as questões levantadas nos ajudam a sermos cuidadosos no contato com as crianças. Todas essas mudanças na Pedagogia são profiláticas e necessárias. A exposição foi clara, coerente e estimulante. Esse curso ajudou a conhecer o mundo interno e o desenvolvimento infantil. Excelente! Obrigada!” – Ana Paula P. S. Caetano – CRP 04/275/4

“Estou participando pela 3ª vez do curso e sempre fiz questão de estar presente. Nossa rede municipal de ensino está sendo contagiada pela Pedagogia Florença. Sou formada a pouco tempo e este é apenas meu segundo ano como professora, tenho muito o que contribuir com a educação e os cursos do Dr. Roger sempre me dão ânimo para fazermos a diferença. Obrigada por vir até nós!” – Junia.

“Um curso que fala do aprofundamento nos conhecimentos sobre crianças pequenas e em como aplicar tais aprendizagens na prática. O incentivo a “pensar” de forma mais humana no Ser criança, na vida em si que existe na pessoa em seus primeiros anos de vida. Nossa profunda gratidão pelos aprendizados que nos trouxe! Com carinho.” – Marinilda.

“Gostei da introdução que destacou a aceleração prejudicial que ocorre nas escolas. As capacidades próprias de cada faixa etária não é considerada. As atenções não estão voltadas às necessidades do ser em desenvolvimento, mas pelo contrário, as atenções voltam-se aos interesses de quem organiza o momento pedagógico atual. Fato perceptível em escolas particulares, a competição de quem ensina mais, melhor e os leva para as “Federais”. Isso respinga nas redes públicas e todos debatem no intuito de atingir tal “admirável” nível e exigência educacional. Os valores pedagógicos da Pedagogia Florença ocorre em um “mundo paralelo”, no sentido positivo da expressão. Busca um desenvolvimento a muito perdido, pauta-se na construção antiga da formação de pessoas que são classificadas como ‘crianças’.A importância do diálogo, toque e convívio. Consegui visualizar a criança nesse âmbito e imaginei as capacidades de construção de seres pensantes e criativos nas exigências de produzir textos, transformar matérias primas, criar, recriar elementos úteis a humanidade…é tudo muito amplo, complexo, mas possível!” – Adriana Regina Silva Lute.

Deixe uma resposta