O que é oratória e por que você precisa dela?

 

Quer aprender a falar bem, mas não sabe por onde começar? Então leia este artigo.

Você sabia que a arte de falar bem em público tem um nome específico? É chamada oratória a comunicação bem estruturada, que informa, entretém e influencia as pessoas.

Por essas características quando falamos em oratória,  nem sempre temos uma visão clara de sua função prática em nossa vida pessoal e profissional.

Por exemplo, todo o tempo enfrentamos situações em que precisamos influenciar ou persuadir outras pessoas. Acontece com frequência em reuniões profissionais, negociações com fornecedores, venda para um cliente, entrevistas de emprego e até mesmo na hora de marcar um almoço com os amigos.

Sempre precisamos argumentar, convencer e motivar alguém a fazer alguma coisa.  Consegue lembrar de alguns exemplos em seu próprio dia a dia?

 

Só convence quem acredita no que diz

Há quem pense que a arte de falar bem em público é baseada apenas em técnicas de argumentação. Algo vazio de propósito e que pode levar os outros ao engano. Esse é um erro grave, pois embora tenhamos exemplos negativos de oradores – assim como em qualquer área – a utilidade da arte de convencer não é iludir as pessoas.

A oratória compartilha visões, opiniões, crenças, mas só é efetiva, ou seja, possui o poder de convencer, se o orador acreditar profundamente no que diz.

Isso porque além das palavras, a oratória trabalha com aspectos físicos e psicológicos, que fazem parte da comunicação não-verbal ou aquilo que é dito por meio da postura, dos gestos e das expressões do orador.

Sem acreditar nas próprias palavras é quase impossível transmitir autenticidade e sem autenticidade, não há como convencer ninguém, inclusive uma numerosa plateia.

De fato, diversos Filósofos, como Cícero e Aristóteles, além de dedicarem tempo a investigar temas como a Justiça e a Bondade, empenharam seus esforços ao estudo da oratória,  a arte de se expressar, comunicar-se com eficiência e transmitir ideias e sentimentos.

Desde a compreensão entre os seres humanos,até a capacidade de acordo em situações difíceis, são inúmeros os benefícios que podemos alcançar através de uma boa comunicação.

Sim, antes de tudo a oratória é comunicação. Imagine como o mundo seria melhor se todos fossem capazes de transmitir ideias de maneira clara, com entusiasmo e autoconfiança? Dessa forma é importante questionar o motivo de não ser incentivada no ambiente escolar, afinal, profissionalmente é algo extremamente valioso.

 

A oratória como habilidade profissional

Sem dúvida um profissional com boa comunicação chama a atenção. Pelo menos é o que diz uma pesquisa sobre recrutamento, que apontou a comunicação como diferencial profissional.

Trata-se de um diferencial não apenas durante a seleção de emprego, mas uma capacidade de desenvolvimento global do profissional. Quem fala com clareza e convicção tende a crescer dentro das empresas e até mesmo expandir seu círculo de contatos. É o que contamos neste post sobre Oratória e Marketing pessoal.

Confira exemplos práticos de como a oratória pode ser útil profissionalmente:

  • Em reuniões da empresa com líderes e colegas;
  • Na apresentação de projetos desenvolvidos por você e sua equipe;
  • Na apresentação de relatórios;
  • Para transmitir motivação e confiança para sua equipe;
  • Ao palestrar e compartilhar seus conhecimentos com outras pessoas da sua área;
  • Em dinâmicas de grupo propostas pela empresa;
  • Em negociações com clientes, fornecedores e outros contatos importantes;
  • Para tornar-se referência dentro da sua área;
  • Para vender produtos e serviços aos seus clientes;
  • Na retenção de clientes para a sua empresa;
  • Na carreira acadêmica durante defesas de projetos;

Todas essas são situações reais onde as técnicas de oratória podem ajudar no seu desenvolvimento profissional e consequentemente a alcançar seus objetivos de carreira. Conseguiu se identificar? Então continue leia alguns artigos que separamos com dicas interessantes:

 

A origem da Oratória

Para os mais curiosos separamos uma breve história sobre a oratória.

Engana-se quem pensa que a preocupação com a boa comunicação é recente. Já na antiguidade a arte de falar bem era amplamente estudada e em alguns casos, privilégio dos nobres.

Foi ainda na Grécia Antiga que a Oratória se popularizou, principalmente por meio de filósofos como Aristóteles, Platão e Cícero. Quem se dedicava à vida política também tinha grande interesse na oratória. Por vezes, eram oferecidos treinamentos especialmente para preparar as pessoas na arte de falar em público.

Primeiramente à disposição dos nobres, a oratória se popularizou, mas com o passar do tempo acabou perdendo destaque.

No entanto, ainda atualmente é uma habilidade muito admirada e buscada por pessoas que precisam se desenvolver de forma pessoal e profissional. Dificilmente a oratória moderna apresenta-se apenas como um discurso de mãos única, mas uma conversa entre orador e plateia em busca de um verdadeira troca de experiências e conhecimentos.

Deixe uma resposta