O lado bom de ficar constrangido em público

Ficar vermelho depois de passar por uma situação embaraçosa, seja uma gafe ou a simples necessidade de falar para um grupo de pessoas, pode ser visto por um viés positivo. Quem afirma isso é a ciência.

Da próxima vez que isso acontecer não tende disfarçar e esconder. De acordo com um estudo, pessoas que demonstram vergonha são vistas como mais confiáveis pelos outros.

Uma série de experimentos verificou a relação entre o constrangimento e os bons relacionamentos sociais.

Os resultados demonstraram que em “níveis moderados a vergonha é um sinal de virtude”, segundo Matthew Feinberg, pesquisador do estudo e doutor de psicologia da Universidade de Berkeley, na Califórnia.

O constrangimento nada mais é do que uma assinatura emocional da pessoa e tem grandes chances de promover a confiança no dia a dia.

As pessoas envergonhadas, uma vez vistas como mais confiáveis, possuem mais chances de transformarem-se em amigos, sócios e até mesmo parceiros românticos.

Os pesquisadores acreditam que as pessoas se sentem mais confortáveis perto de quem demonstra constrangimento justamente pelo nível de confiança que provocam. Isso pode ser muito bom para as relações sociais dos tímidos.

Como aproveitar o constrangimento em apresentações

É comum que durante apresentações e reuniões – onde é necessário se expor para grupos de pessoas – aconteçam situações que inicialmente podem parecer o início de um desastre.

Seja um lapso de memória ou uma simples falha técnica, o nervosismo e constrangimento pode tomar conta do orador. Nesses casos é importante não ser tão autocritico e aprender a rir das próprias gafes e deslizes.

Agindo dessa maneira o orador tem grandes chances de cativar a plateia pela sinceridade, bom-humor e  inteligência na hora de lidar com situações críticas.

O estudo comentado anteriormente corrobora para essa ideia.

Portanto, quando sua apresentação não acontecer exatamente como o esperado, não fique com medo de parecer constrangido e sempre tente controlar a situação por meio do bom humor e nunca da autocritica.

É a ciência comprovando que você pode aproveitar as situações constrangedoras para captar a confiança da sua audiência.

Deixe uma resposta