A importância da postura na oratória – Parte 1

 

Falar em público significa fazer uso das palavras, mas não se resume apenas ao conteúdo da apresentação. Transmitimos mensagens o tempo inteiro através do corpo e dos gestos. Por isso, é necessário saber lidar com essa ferramenta de expressão tão importante.

A postura está relacionada a uma forma específica de organizar o corpo e influencia em 2 aspectos essenciais na oratória: a imagem do orador diante de seu público e a fluência da apresentação.

Neste artigo comentaremos a influência da postura na imagem do orador e alguns riscos que corremos quando aplicamos posturas inadequadas.

Confira a seguir algumas dicas que podem ser facilmente aplicadas em sua próxima apresentação.

A postura correta da coluna

Se o apresentador quer que suas palavras sejam recebidas como verdadeiras e seu corpo estiver curvado para frente, ele poderá transmitir uma ideia de submissão ou insegurança.

Se a coluna ficar muito para trás, poderá passar uma mensagem de arrogância e prepotência. Como observado a postura afeta diretamente a maneira como as pessoas aceitam o orador e o conteúdo de sua fala.

Assim, a coluna do apresentador precisa estar reta e o mais perpendicular possível do chão. Há várias maneiras de treinar o alinhamento da coluna, sendo a mais simples olhar-se no espelho e observar.

A posição das mãos

Mãos no bolso podem representar descaso e devem ser evitadas. Mãos na cintura, a ideia de estar desafiando ou provocando as pessoas. Mãos para trás, a impressão de estar escondendo algo.

Assim, há uma variedade de mensagens  que podem ser repassadas ao público sem que o orador muitas vezes esteja consciente delas.  Faça gestos somente se você sabe exatamente o resultado que deseja obter.

Porém, a postura influencia não somente na imagem do orador, mas também na facilidade ou dificuldade do próprio interlocutor em transmitir sua mensagem. Sobre esse assunto falaremos na próxima semana.

Por enquanto leia nosso artigo sobre os 13 gestos que devem ser evitados ao falar em público, que ensina exatamente os gestos e expressões corporais que não devem mais fazer parte das suas apresentações.

Qualquer dúvida deixe um comentário. Nossa equipe ficará muito contente em auxiliar você no desafio que é falar bem em público!


Texto escrito pelo professor Tuiavii Rolim do Curso Oratória e a Arte de Convencer.

Deixe uma resposta