Dormir faz bem para a memória

curso_memorização_e_leitura_dinâmica

Perder noites de sono estudando talvez não seja uma boa opção para o aprendizado.  A relação entre sono e memória é assunto frequente entre os pesquisadores.  Um estudo da Universidade de Lübeck, na Alemanha, indicou que dormir está intimamente ligado ao aprendizado, pois ao dormir nosso cérebro fixa as memórias adquiridas recentemente.

Existe um jeito correto para estimular a memória.

De acordo com os pesquisadores, isso ocorre através de um processo que envolve neurotransmissores e neuro-hormônios secretados enquanto estamos dormindo. As pessoas lembram melhor de certas informações depois de uma boa noite de sono, mas principalmente quando sabem que a informação recebida será importante no futuro.

Para chegar a este resultado, foram realizados dois tipos de testes envolvendo 191 voluntários. No primeiro, cada um deles precisava memorizar 40 pares de palavras; enquanto no segundo foi aplicado uma espécie de jogo de memória com figuras de animais e objetos.

Em seguida, metade dos voluntários foi avisada que fariam um teste nas próximas 10 horas para verificar o quanto haviam memorizado desses dois testes, enquanto o segundo grupo não teve acesso a tal informação, embora também precisasse fazer a mesma verificação no dia seguinte. Além disso, apenas alguns dos voluntários puderam dormir nas horas entre os dois testes e a verificação final.

O resultado foi que as pessoas que dormiram tiveram melhores resultados, no entanto, aqui está a parte mais curiosa: apenas quem sabia da avaliação no dia seguinte obteve os melhores resultados. O grupo que dormiu sabendo do teste no dia seguinte apresentou um aumento significativo das atividades cerebrais, enquanto estava na fase de sono profundo.

Apenas o que é importante permanece.

Acredita-se que o cérebro marque as memórias consideradas mais importantes e depois as reforce durante o sono, enquanto o que não é importante é descartado. Simplificando: uma boa noite de sono não é importante apenas para fixar o que é útil, mas para esvaziar a mente de assuntos irrelevantes.

Essa pesquisa reafirma o importante papel da atenção e concentração durante os estudos.

Uma dica para você utilizar futuramente é justamente esta: depois de estudar conteúdos muito extensos – sabendo da importância deles e utilizando técnicas de memorização – tenha uma boa noite de sono.

Dessa forma seu cérebro estará trabalhando a seu favor para consolidar novas informações sem que você faça algum esforço para isso!

Fonte.

Deixe uma resposta