Como usar a oratória como diferencial profissional

A instabilidade do cenário econômico brasileiro está influenciando diretamente no comportamento do mercado de trabalho.

É nesse momento que habilidades essenciais, entre elas a boa comunicação, fazem a diferença na hora de reter funcionários e também em novas contratações.

A habilidade mais valorizada entre os recrutadores

Falar bem pode ser o grande diferencial na hora de conseguir a vaga almejada. Pelo menos é o que dizem algumas pesquisas, que indicam  que a boa comunicação é o ponto em comum que todos os recrutadores buscam e valorizam

Falar bem é a habilidade de entrada para todas as outras. Isso quer dizer, que mesmo que você possua habilidades técnicas, precisa saber transmiti-las de forma coerente e confiante. Só assim seu recrutador e até mesmo chefe, conseguirá falar a “mesma língua” que você.

Quer entender por meio de um exemplo prático?

O que muitas vezes ocorre durante entrevistas de seleção é a semelhança de conhecimentos técnicos entre os candidatos, sendo algumas áreas mais prejudicadas do que outras.

Quando as habilidades dos candidatos são muito parecidas, busca-se os diferenciais de cada pessoa em termos de habilidades interpessoais.

Imagine que você é chamado para uma entrevista, resultado de um bom currículo e experiência, porém suas mãos começam a tremer e sua voz é tão baixa que simplesmente não consegue ser ouvido. Ou, você não consegue expressar suas ideias tão claramente como gostaria. Nem sempre as situações são intensas quanto descritas, no entanto, talvez lhe falte transmitir a confiança necessária para ocupar o cargo.

Reside aí o grande risco de alguém com um currículo semelhante ao seu – ou até mesmo inferior – fique com a vaga, principalmente se o concorrente se comunicar bem. Essa não é uma situação incomum.

Encontre seu diferencial

A boa oratória proporciona uma comunicação clara para que as pessoas sejam melhor compreendidas. Além disso, quem se comunica bem tem mais chances de captar a atenção, persuadir a audiência e ser lembrado, seja ela uma grande plateia, seus colegas de trabalho ou poucas pessoas, como os recrutadores das empresas.

Observa-se assim que a oratória pode ser aplicada a vários aspectos da vida, sendo uma ferramenta importante alcançar objetivos e promoções.

Ser um bom orador significa dominar técnicas físicas e psicológicas para controlar as emoções negativas que possam surgir em situações estressantes.

Todo grande orador passa pelo mesmo medo diante de uma plateia, a diferença é que eles sabem trabalhar as influências externas para fortalecer seu aspecto interior e assim transmitir suas ideias com sucesso.

Tempos de crise também podem representar um bom momento para você investir em si mesmo e alcançar suas metas. Falar bem pode ser o caminho para você ser compreendido, se destacar e ser reconhecido como um integrante importante no time das empresas. Sucesso!

Clique aqui e conheça o curso Oratória e a Arte de Convencer da Aegis.

Deixe uma resposta